Como o Jejum do Ramadã pode melhorar sua saúde

Descubra alguns benefícios surpreendentes para a saúde no jejum do Ramadã

Mesmo que você não seja muçulmano, não se preocupe. O Ramadã pode ser um gatilho para você poder melhorar sua saúde. Descubra por que o jejum de um mês pode ter alguns benefícios surpreendentes para a sua saúde.

Embora milhões de pessoas em todo o mundo tenham observado com sucesso a limpeza durante o Ramadã por mais de mil anos, algumas pessoas temem que um jejum por um período tão longo tenha efeitos prejudiciais à saúde. Se você é um dessas pessoas preocupadas, confira esses 7 benefícios para a saúde que você desfrutará, mesmo sem ser da religião islâmica.

>>> Leia também: Perda de peso – uma abordagem saudável

O que é o Ramadã

O Ramadã é um momento especial para milhões de muçulmanos em todo o mundo. É o momento para a prática da reflexão, do auto-aperfeiçoamento, bondade e espiritualidade – e o jejum é um dos principais pilares desse mês sagrado, com aqueles que observam o jejum do Ramadã do amanhecer ao anoitecer.

No entanto, ele casa muito bem aqui no Ocidente (com nossa cultura majoritariamente judaica cristã) com o período pós festas (Natal, Ano Novo, Carnaval e Páscoa), principalmente relacionado às novas tendências fitness e da saúde mental.

Aqui estão alguns dos impactos positivos que o jejum pode ter em sua saúde e bem-estar:

Regula o colesterol ‘ruim’

Muitas pessoas pretendem perder peso fazendo jejuns. No entanto, sabemos que o jejum também afeta o perfil lipídico. Isso resulta na redução do colesterol no sangue, o que pode manter afastados ataques cardíacos, derrames e outras doenças.

Apetite controlado

Como bem se observa no Ramadã, o jejum dá ao seu estilo de vida e ao seu sistema digestivo uma reviravolta positiva. À medida que seu corpo se acostuma a comer menos, seu sistema digestivo tem a chance de descansar e seu estômago diminui gradualmente de tamanho. Isso reduz o apetite e os resultados podem durar mais do que muitas dietas da moda.

>>> Leia também: Peso saudável sem cirurgia

Um jejum de desintoxicação de um mês

Não apenas usa suas reservas de gordura, mas também limpa seu corpo de toxinas nocivas que podem estar presentes nos depósitos de gordura. Com o sistema digestivo em uma revisão de um mês, seu corpo se desintoxica naturalmente, dando a você a oportunidade de continuar um estilo de vida mais saudável além do Ramadã.

Melhora o humor e clareza mental

O jejum pode ser um método de ‘sobrecarregar’ o cérebro, aumentando o crescimento e o desenvolvimento de novas células cerebrais, por sua vez, aguçando as respostas às informações do mundo ao nosso redor. Além disso, o jejum também pode tornar o cérebro mais resistente ao estresse, mais adaptável a mudanças e pode melhorar o humor, a memória e até a capacidade de aprendizado.

Assim, junto com os benefícios naturais do Ramadã, é importante que você mesmo adote práticas saudáveis. 

Os muçulmanos costumam quebrar o jejum com três tâmaras e muita água, o que dá ao seu corpo um impulso instantâneo de energia e hidratação antes da refeição principal. A sopa leve é ​​uma ótima opção para iniciar sua refeição principal, pois ajuda a hidratar.

Acalme-se com a quantidade de alimentos pesados, cremosos e fritos, além de pratos salgados e açucarados. 

Considere optar por peixes e cortes de carne mais magros, arroz integral ou integral e massas – além de lembrar de incluir suas verduras! 

>>> Leia também: Perder peso não é só uma questão de estética 

Tomar o seu tempo enquanto come e ficar de olho no controle das porções também ajudará na digestão e evitará o ganho de peso.

Como o café da manhã deve ser a refeição mais importante do seu dia, equilibre com alimentos ricos em nutrientes, como aveia, queijo, frutas e legumes. Certos alimentos com baixo índice glicêmico (baixo IG), incluindo aveia, quinoa, pães multigrãos e integrais, homus e iogurte são boas opções, pois liberam energia lentamente ao longo do dia. 

Lembre-se de beber bastante – água, leite, laban e sucos frescos, em vez de chá e café, o manterão hidratado durante as horas de jejum.

Mantenha-se hidratado

Um pouco de desidratação é natural, e isso pode levar a leves dores de cabeça e falta de concentração. No entanto, você pode ajudar a manter-se hidratado bebendo bastante líquido nas horas.

Opte por beber água com frequência, ou tome um chá leve sem leite ou açúcar.- você também pode adicionar fatias de limão ou hortelã fresca para ajudar na desintoxicação e na digestão. Se você toma regularmente café ou refrigerantes, tente reduzir sua ingestão, pois são diuréticos que desidratam o corpo. 

Exercite-se moderadamente

O jejum e a desidratação podem naturalmente fazer com que você se sinta letárgico e torne seus dias do Ramadã sedentários. No entanto, com a ingestão adequada de líquidos, você também deve tentar se exercitar em quantidades moderadas. 

Permanecer ativo ajuda a reduzir a fadiga, dá força ao seu corpo para continuar e é uma boa oportunidade para perder peso, se necessário. No entanto, o exercício durante as horas de jejum pode ser desidratante e perigoso. É melhor se exercitar um pouco antes ou algumas horas após para aproveitar ao máximo seus treinos.

Adquira hábitos saudáveis ​​(e abandone os não saudáveis) 

O Ramadã também é uma chance para você abandonar vícios como fumar ou beber em excesso. Com um pouco de autocontrole, você pode continuar se abstendo de seus vícios durante e após as horas de jejum também. 

Também é um ótimo momento para iniciar e manter hábitos saudáveis, como comer mais verduras, beber mais água e fazer exercícios regulares.

Faça deste Ramadã um momento saudável e feliz. Que tal permitir-se regenerar o sistema imunológico e poder até aumentar os efeitos de cura?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

10 + 7 =

Descubra o melhor que há em você