Como funciona a constelação familiar em um ambiente empresarial?

A Constelação Familiar é baseada no conceito ‘Ver é Libertar’. Mas vamos esclarecer o que isso significa.

Muitas vezes, podemos nos deparar com problemas que não queremos enfrentar. Podemos não ser capazes de ver a verdade porque estamos cegos pelas distrações ou pelo que pensamos ser normal com base nas normas sociais.

Quando o paciente monta uma constelação, ele consegue ‘ver’ as relações entre as partes envolvidas ou os problemas enfrentados. Ao reconhecer o que é e permitir-se “ver” a situação como ela é, começa o caminho para a resolução. 

Uma das melhores coisas sobre a constelação é que ela nos permite expressar o que precisamos sem realmente ter que “dizer” coisas às outras pessoas envolvidas. É também outra razão pela qual a constelação familiar é tão versátil e pode ser usada em quase todos os ambientes.

Como funciona a constelação familiar em um ambiente empresarial?

Em um ambiente empresarial, as pessoas podem querer observar a estrutura organizacional para ver como são os relacionamentos e se há algum bloqueio dentro da equipe que possa estar afetando o sucesso do negócio.

Por exemplo, se houver problemas financeiros/de fluxo de caixa, a constelação permite-nos olhar para as relações que envolvem esta questão – se há conflitos dentro da equipa ou se a divisão do trabalho não está a funcionar. Há muitos aspectos que poderíamos analisar.

As constelações empresariais são configuradas de forma semelhante às constelações familiares. Precisamos identificar o problema e as coisas relacionadas ao problema. Em seguida, facilitamos o processo para o cliente configurar a constelação e examinamos juntos para identificar possíveis falhas a fim de encontrar uma solução.

A Constelação Familiar funciona bem em conjunto com outras terapias?

Sim, pode funcionar bem com muitas modalidades. Porém, se você fez uma constelação com uma questão, não trabalharia novamente nessa mesma questão com outra modalidade.

Ao dizer isso, se a constelação trouxesse à luz algumas outras questões que possam exigir maior divulgação, outras modalidades como (mas não restritas a) EMDR e EFT poderiam funcionar.

Também é importante que o paciente tenha tempo para processar o que experimentou após a constelação e não fazer muitas constelações ao mesmo tempo. Nós diriamos que os pacientes preferem fazer uma constelação por mês. Nesse meio tempo, eles podem trabalhar em outras questões usando diferentes modalidades.

O paciente precisa ter um problema específico em mente ou a constelação pode revelar bloqueios dos quais ele não tinha conhecimento? 

É sempre melhor trabalhar em um assunto específico. No entanto, também é muito possível apenas olhar para si mesmo numa constelação para ver se tudo está em equilíbrio.

Quer saber mais? Entre agora em contato conosco!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − nove =

Descubra o melhor que há em você