Como lidar com a descoberta de doença grave: o que fazer?

Olá. Estamos no mês do Novembro Azul e que tem relação com uma das maiores e mais sérias doenças que mais causa mortalidade no mundo: o câncer. O diagnóstico de câncer, pode ser devastador. Porém, existem maneiras de lidar com o sofrimento emocional e preservar sua qualidade de vida.

Me acompanhe.

Lidando com um diagnóstico de doença grave

Ser diagnosticado com uma doença grave como o câncer pode ser um golpe duro. É normal sentir uma série de emoções após esse diagnóstico.

Na verdade, qualquer problema sério de saúde pode perturbar todos os aspectos da sua vida, seja uma doença crônica ou um evento grave de saúde, como um derrame, ataque cardíaco ou lesão debilitante.

Assim, muitos problemas graves de saúde parecem se desenvolver inesperadamente, perturbando sua vida do nada. Você pode se sentir oprimido por ondas de emoções difíceis – de medo e preocupação a profunda tristeza, desespero e pesar – ou apenas pode ficar paralisado pelo choque pela ideia de que nunca será capaz de lidar com a situação. 

A agitação emocional pode dificultar o funcionamento ou o raciocínio correto e até mesmo levar a transtornos do humor, como ansiedade e depressão.

Mas seja qual for o seu diagnóstico ou resposta emocional, é importante saber que existem passos que você pode tomar para lidar melhor com sua nova situação. 

Montanha russa emocional

A angústia é comum após o diagnóstico de uma doença crônica. No entanto, mesmo pessoas com relativamente poucos estresses na vida podem ser abaladas por um diagnóstico de doença crônica.

Você pode sentir que está em uma montanha russa de emoção – aceitar um dia e ficar com raiva no outro. Pode ser útil lembrar-se de que esses sentimentos são normais e provavelmente irão diminuir com o tempo.

Estratégias de enfrentamento

Alguns dias você pode ficar tentado a fingir que nunca recebeu seu diagnóstico. No entanto, enfrentar o diagnóstico de frente é a melhor maneira de lidar com isso.

Isso ficou evidente em um estudo com mulheres com câncer de mama, que descobriu que mulheres que se sentiam resignadas com seu destino estavam psicologicamente menos ajustadas três anos depois, em comparação com mulheres que enfrentaram ativamente seu diagnóstico. 

Mas como você pode enfrentar ativamente sua doença? Um bom lugar para começar é anotar todas as suas perguntas e levá-las ao seu médico para discuti-las. 

Pergunte ao seu médico quais etapas específicas você pode seguir para otimizar sua saúde. O conhecimento preciso pode ajudá-lo a se sentir fortalecido.

Tente também administrar os elementos de sua vida que estão sob seu controle. Você pode não ser capaz de controlar certos aspectos da sua doença, mas pode optar por comer refeições saudáveis, tomar os medicamentos prescritos e passar menos tempo com pessoas que não o apóiam.

As respostas emocionais comuns a uma doença grave incluem:

  • Raiva ou frustração enquanto você luta para chegar a um acordo com seu diagnóstico.
  • Enfrentar sua própria mortalidade e a perspectiva de que a doença pode potencialmente terminar com sua vida.
  • Preocupação com o futuro – como você vai enfrentar, como vai pagar pelo tratamento, o que acontecerá com seus entes queridos, a dor que você pode enfrentar à medida que a doença progride ou como sua vida pode mudar.
  • Lamentando a perda de sua saúde e de sua velha vida.
  • Sentir-se impotente, sem esperança ou incapaz de olhar além do pior cenário possível.
  • Arrependimento ou culpa por coisas que você fez e que acha que podem ter contribuído para sua doença ou lesão. 
  • Negação de que algo está errado ou recusa em aceitar o diagnóstico.
  • Uma sensação de isolamento, sentindo-se isolado de amigos e entes queridos que não conseguem entender o que você está passando.
  • Uma perda de si mesmo. Você não é mais você, mas sim sua condição médica.

Assim, como vimos, você reage emocionalmente e o grau de sofrimento psicológico que experimenta depende de muitos fatores diferentes, incluindo sua idade, personalidade, o tipo e o prognóstico do problema médico que você está enfrentando e a quantidade de apoio que você tem.

Seja qual for a sua situação, você deve saber que experimentar uma ampla gama de emoções difíceis é uma resposta normal a uma situação que pode mudar sua vida. Isso não significa que você está fraco, ficando louco ou não será capaz de enfrentar os desafios emocionais e de saúde que temos pela frente.

É importante lembrar que não há maneira “certa” ou “errada” de responder. Somos todos diferentes, então não diga a si mesmo o que você deveria estar pensando, sentindo ou fazendo após um diagnóstico ou evento sério de saúde. Dê a si mesmo tempo para processar as notícias e seja gentil consigo mesmo ao se ajustar à nova situação. 

Permita-se sentir. 

Seja paciente com o ritmo de tratamento e recuperação. 

Esteja aberto para mudanças. 

O apoio terapêutico pode ter um grande impacto em sua saúde mental quando você está enfrentando o estresse de uma condição médica séria. Além de fornecer assistência prática, o auxiliará no seu bem-estar emocional. 

Enquanto você navega pelas emoções de um novo diagnóstico médico, os psicoterapeutas podem ajudar. 

Se você gostaria de ajuda profissional para chegar a um acordo com seu diagnóstico e gerenciamento de sua doença, ou se conhece alguém que se encontra assim, continue acompanhando nossas postagens!

Até mais!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra o melhor que há em você