Você sabia que Mahashivaratri é considerado um festival muito auspicioso?

Mas o que é MahaShivaratri?

Shiva é uma deidade importante na Índia, um dos deuses da Trimúrti (tridade Indiana), juntamente com Brahma e Vishnu. Onde Brahma cria, Vishnu preserva e Shiva destroi, mas esta destruição tem um propósito totalmente positivo, porque  literalmente ele queima tudo para recomeçar o ciclo, com uma nova criação.

Deus Shiva, conhecido também como Senhor da Destruição, Destruidor da Ignorância e de todas ilusões, Dançarino Cósmico, Deus da Vida/Morte/Transformação/Renascimento, Senhor da Cura, Magia, Matador de demônios, Protetor dos fracos e oprimidos, Senhor da Renovação e Regeneração e de muito mais…

Em sanscrito Maha significa grande e Ratri é noite.  Então MahaShivaratri é um Festival Anscestral Sagrado, a Grande noite de adoração ao Senhor Shiva, que acontece na 14ª noite, no dia anterior a lua nova de fevereiro. Sai Baba diz que este dia é considerado sagrado por ser o momento da metade escura do mês, quando a lua está quase totalmente invisível, apenas uma diminuta fração resta visível ao homem.

A lua é a deidade regente da mente. A mente é a fonte dos desejos e das emoções envolventes. A mente está, portanto, quase impotente nesse dia, se apenas essa noite é despendida em vigília e na presença do divino, a mente pode ser totalmente conquistada e o homem pode atingir sua liberdade.

Shiva significa Auspiciosidade!

Segundo Sai Baba esta cerimônia é muito auspiciosa. Diz ele que A lua tem 16 estágios, assim como a mente. No dia de Shivaratri, 15 se fundiram e só um permanece. Se o 16º estágio também se funde, a pessoa atinge a Divindade. Esta fusão total só acontecerá quando a pessoa cantar o nome Divino continuamente e de todo o coração.

Nessa noite, a vigilância deve ser assegurada pela disciplina espiritual mais intensa, por meio de cantos devocionais, leitura de textos sagrados ou escutar a leitura desses textos.

Shiva, que significa Auspiciosidade, representa:

  • a dedicação total à chamada vida espiritual e à busca do conhecimento;
  • a destruição completa da ignorância e quaisquer obstáculos que possam existir;
  • a dissolução do devoto no altar da devoção, na chama do conhecimento da identidade da natureza de ambos.
  • O devoto do Senhor Shiva alcança o Absoluto que é!

Qual é a impotância de Shiva na atualidade?

O culto a Shiva é um dos mais antigos em nossa civilização, remonta a história de cinco mil anos atrás. Há registros antropológicos que mostram sua forma mais primitiva, o Shiva Lingam, um simbolo fálico que representa a deidade.

Na Índia com sua população que alcança a marca de mais de 1 bilhão de pessoas, dos quais boa parte seguidores do Hinduísmo, somadas a outros milhares adeptos em todo planeta mantém esta tradição milenar viva até os dias de hoje, obviamente com o passar dos tempos esta foi  se transformando e adaptada, mas sua essência permanece. Uma analise comparativa de uma outra civilização antiga como a do Egito, por exemplo, deuses como Osíris e Ísis não são mais cultuados.

Este grande movimento que transcende as distâncias e o tempo é responsável por uma grande egregora que vibra atualmente a favor do bem e da proteção do planeta.

Vale a pena conferir a rica simbologia hindu, note quantos simbolos inseridos em uma única escultura de Shiva.

Como participar do ritual de Shiva?

Na Índia, em todos os templos do Senhor Shiva, há uma grande comemoração que dura um dia e uma noite inteiros, com orações, rituais, ascetismo e práticas espirituais. É quando alguns novos sannyásis, mestres espirituais, renunciantes, são iniciados; pessoas que desse momento se propõem a viver somente suas buscas espirituais.

Mas a grande maioria dos participantes, espalhados pelo planeta, que reverenciam ao Senhor Shiva neste dia tão especial buscam questões espirituais mais modestas. Talvez ao ler este artigo você também queira participar criando seu próprio rituais.

Por isso finalizamos esta matéria com algumas dicas:

  • Carcterísticas do altar do Senhor Shiva:
    • Imagens escultura de Shiva
    • Incensos e velas
    • Muitas flores
    • Comidas e frutas que são abençoadas para serem consumidas ao final da cerimônia, o Prasad.
  • A cerimônia:
    • A vigília é acompanhada ineterruptamente como mantra, cantos devocionais e leitura de textos sagrados:
    • Mantra principal:
    • OM NAMAH SHIVAYA
  • Os horários:
    • Aqui no Brasil, no ano de 2015, a véspera da Lua Nova é dia 17 de março,
    • Durante este Festival Anscestral Sagrado, a vigília começa e avança durante todo o dia, que representa o 14º dia da da lua, último da minguante.
    • Durante a noite, MahaShivaratri, a Grande noite de adoração ao Senhor Shiva,
  • Vivências sujeridas:
    • Na vivência de nosso grupo, aproveitamos este momento auspicioso que está envolvido por esta grande egregora milenar e:
    • escolhemos um momento para escrever em uma folha de papel todas questoes negativas, erros, fatos para serem apagados, efim, uma série de situações que voce queira queimar. Literalmente, queimamos tudo isto no fogo de Shiva.
    • em outro momento, foi proposto escrever uma carta para a criança interior, se despedindo de todos os comportamentos e padrões inadequados que ao se manifestarem atrapalham a vida, estes tambem são queimados na fogueira simbolica de Shiva, buscando a trasmutação. Para poder estar com um campo limpo e fértil para um renascimento, uma nova fase, um novo ciclo da vida.

Festival MahaShivastri – Rússia – 2013

O vídeo mostra o grande Festival na Rússia. Mas do que evidências escritas, ver e ouvir, transmiti melhor a ideia de como acontece essa importante cerimônia sagrada para a cultura hinduísta. Inclusive, é possível assistir o ritual milenar com o Shiva Lingam, o símbolo fálico que é regado com mel, leite e outras oferendas a Shiva. Mas tendo oportunidade, participar de um festival na integra é muito gratificante.

Ele representa o pênis, instrumento da criação e da força vital, a energia masculina que está presente na origem do universo. É comum, nos templos, se pendurar sobre o lingam uma vasilha com um pequeno orifício no fundo. A água é derramada constantemente sobre ele numa forma de reverência. A base do lingam representa yoni, a vagina, mostrando que a criação se dá com a união do masculino e feminino.

Adquira mais conhecimento!

Além dos Mitos, saiba como os conhecimentos milenares podem lhe ajudar na sua busca por autoconhecimento! Saiba mais sobre quais fenômenos Astrológicos acontecem durante esse evento e confira na integra como adaptar os ensinamentos a sua realidade, religião ou busca pelo autoconhecimento.
Leia e assista aos vídeos em nosso outro post, falando eventos deste ano de 2017.
Inscreva- se em nossa newsletter e receba materiais relevantes dos estudos do Instituto Bazzi

Neurocientista, pesquisador e estudioso do Comportamento Humano.
Especialista em Medicina Comportamental pela Escola Paulista de Medicina (EPM)/Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)