9 técnicas utilizadas na Medicina Integrativa Comportamental

As técnicas terapêuticas da Medicina Integrativa Comportamental  são utilizadas com eficiência no tratamento de problemas psicológicos. São procedimentos que atuam no corpo e na mente, para proporcionar maior qualidade de vida e bem-estar às pessoas. Podem ser utilizadas como método de relaxamento, no alívio do estresse e da ansiedade, por exemplo. Saiba, neste post um pouco mais sobre alguns desses procedimentos:

9 técnicas usadas na Medicina Integrativa Comportamental

Life Management Coaching – Gestão de Vida

Trata-de de uma metodologia de treinamento onde o resultado é terapêutico. O facilitador, chamado de coach (treinador), ajuda a coachee (cliente) a descobrir sua potencialidade, seus recursos e transformar seus sonhos em realidade. Durante as sessões de coaching, são discutidos conflitos pessoais, problemas no trabalho, expectativas e soluções. Geralmente, durante o processo, os coaches ajudam a definir metas e a traçar objetivos para chegar a elas. Existem diferentes modalidades, que atendem necessidades distintas. O Life Management Coaching, por exemplo, ajuda no desenvolvimento pessoal e na melhora das relações com amigos e família. Já o coaching de carreira, é indicado para quem busca o desenvolvimento profissional. Também existem modalidades mais específicas, como o coaching de liderança, que ajuda a desenvolver as habilidades indispensáveis para um líder.

Constelação sistêmica familiar

Esta é uma técnica psicoterapêutica que busca ajustar os papeis desempenhados pelos membro da família e promover a harmonia do grupo. Esta terapia segue o princípio de que há um vínculo emocional que une e influencia todas as pessoas que fazem parte de um mesmo sistema, como uma família. Quando este vínculo não está bem ajustado, acontecem as discussões, brigas e desarmonia familiar. Por isso, é preciso trabalhar os mecanismos inconscientes de cada indivíduo, adequar os papeis e responsabilidades (de mãe, pai ou filho, por exemplo), promover a individualidade, o respeito e a liberdade e quebrar padrões falhos de comportamento. Estes são os objetivos trabalhados durante as sessões de constelação sistêmica familiar. Para o âmbito empresarial, existe a possibilidade de trabalhar a constelação sistêmica organizacional.

Psicologia positiva

Esta técnica foi desenvolvida recentemente, nos anos 2000, pelo Dr. Martin Seligman e colaboradores e estuda a parte positiva da vida. Sentimentos como bem-estar, felicidade e satisfação pessoal são o foco desta ciência. A psicologia positiva não busca tratar doenças como depressão ou ansiedade, mas potencializar os aspectos fortes do caráter e das emoções e, assim, promover uma melhor qualidade de vida para os pacientes.

Psicologia transpessoal

Se para a psicologia positiva o objeto de estudo são as emoções positivas, para a psicologia transpessoal o objeto é a consciência. Esta é uma técnica desenvolvida durante os anos 60, que reúne ensinamentos de diferentes escolas teóricas. Durante o tratamento, são utilizados conhecidos métodos de relaxamento e de meditação para proporcionar a expansão da consciência. O objetivo é proporcionar o despertar de cada indivíduo para promover o desenvolvimento completo do ser humano (físico, mental, emocional e espiritual).

Técnicas de respiração diafragmática

Treinar técnicas de respiração é uma ótima maneira de manter o corpo leve e relaxado: é uma prática que reduz a ansiedade e combate o estresse. A respiração diafragmática também ajuda a massagear todos os órgãos abdominias, inclusive regularizar o intestino. Nesta metodologia, é preciso observar o movimento do diafragma e sua expansão. Esta é uma técnica ideal para ser utilizada em momentos de tensão, para devolver o equilíbrio do corpo e para manter todo o organismo bem oxigenado, inclusive o cérebro.

Técnicas de relaxamento

O estresse pode levar a uma série de doenças como alergias, depressão, enxaqueca, gastrite e alguns tipos de câncer. Por isso, para manter o corpo saudável, é fundamental preservar a tranquilidade e a paz interior. Técnicas de relaxamento são uma ótima maneira de fazer isso. Atividades como meditação, ioga, controle da respiração e relaxamento muscular são bons exemplos de metodologias que deixam o corpo leve e afastam a ansiedade ou a irritação.

Hipnose

A hipnose já é reconhecida pelos conselhos de Medicina, Psicologia e Odontologia como método de apoio eficiente no tratamento de doenças. Esta técnica é utilizada para aliviar dores, nos ossos e na coluna, por exemplo. Também é utilizada por dentistas, para acalmar os pacientes.

A hipnose pode ter abordagem psicológica, para auxiliar no tratamento de transtornos e distúrbios emocionais. Usando esta ferramenta, o profissional pode ter acesso ao que está no inconsciente do paciente. Desta forma, consegue descobrir a origem de traumas, medos ou angústias. Com base nas informações coletadas, o tratamento costuma ser muito mais eficaz. A hipnose também é utilizada para reprogramar comportamentos prejudiciais ao paciente, para promover uma maior qualidade de vida e para afastar fobias, a ansiedade e a depressão.

Dentre as abordagens clínicas da hipnose, assista a esta interessante entrevista veiculada no programa Fantástico, da emissora Globo. Nela, o Dr. Bazzi explica a hipnose utilizada como apoio em uma cirurgia de mastectomia, onde a paciente era alérgica à anestesia geral.

Biofeedback

O principal objetivo desta técnica é promover a autorregulação das reações físicas e fisiológicas. Para isso, são utilizados aparelhos eletrônicos que medem sinais psicofisiológicos, como batimentos cardíacos, pressão, temperatura e a tensão dos músculos. As informações obtidas permitem que o paciente treine suas reações, utilizando, para isso, técnicas respiratórias e de relaxamento. Um dos benefícios do biofeedback é o tratamento de doenças como a hipertensão, arritmias cardíacas e úlceras.

Neurofeedback

Esta é uma técnica desenvolvida com o objetivo de potencializar o uso do cérebro. Nesta metodologia, é utilizado um eletroencefalograma que monitora as ondas cerebrais do paciente. O objetivo é analisar como funcionam os processos mentais de cada indivíduo, para avaliar qual o melhor processo de treinamento e assim melhorar a concentração, aumentar a qualidade do sono, diminuir o estresse,  ou melhorar outros aspectos ligados às atividades cerebrais.

Para saber mais sobre essas técnicas e como elas refletem no bem-estar e na qualidade de vida, continue acompanhando nosso blog. Em breve teremos dicas simples e especiais para mudar sua vida!

 

Neurocientista, pesquisador e estudioso do Comportamento Humano.
Especialista em Medicina Comportamental pela Escola Paulista de Medicina (EPM)/Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)