Saúde mental na pandemia

Preocupações e ansiedade podem ter um impacto esmagador. O distanciamento social torna ainda mais desafiador. Aprenda maneiras de lidar com a saúde mental na pandemia.

A pandemia do COVID-19 pode ter trazido muitas mudanças na forma como você vive sua vida e, com ela, às vezes, incertezas, rotinas diárias alteradas, pressões financeiras e isolamento social.

Assim, você pode se preocupar em ficar doente, quanto tempo a pandemia durará, se seu trabalho será afetado e o que o futuro trará.

>>> Leia também: O estresse afeta o corpo: está afetando o seu?

A sobrecarga de informações, rumores e desinformação podem fazer com que sua vida pareça fora de controle e não fique claro o que fazer.

Durante a pandemia do COVID-19, você pode experimentar ainda: estresse, ansiedade, medo, tristeza e solidão. E além disso, os distúrbios de saúde mental, incluindo ansiedade e depressão, podem piorar.

Bom, a maioria das pesquisas mostram um grande aumento no número de adultos que relatam sintomas de estresse, ansiedade, depressão e insônia durante a pandemia, em comparação com pesquisas anteriores à pandemia.

Algumas pessoas aumentaram o uso de álcool ou drogas, pensando que isso pode ajudá-las a lidar com seus medos. Na realidade, o uso dessas substâncias pode piorar a ansiedade e a depressão.

Além disso, pessoas com transtornos por uso de substâncias, principalmente aquelas viciadas em tabaco ou opióides, provavelmente terão piores resultados se contraírem COVID-19. Isso porque esses vícios podem prejudicar a função pulmonar e enfraquecer o sistema imunológico, causando condições crônicas, como doenças cardíacas e pulmonares, que aumentam o risco de complicações graves da COVID-19.

Por todas essas razões, é importante aprender estratégias de autocuidado e obter os cuidados necessários para ajudá-lo a lidar.

Estratégias de autocuidado

As estratégias de autocuidado são boas para sua saúde mental e física e podem ajudá-lo a assumir o controle de sua vida. Cuide do seu corpo e da sua mente e conecte-se com os outros para beneficiar a sua saúde mental.

Tenha cuidado com seu corpo

Fique atento à sua saúde física:

Durma o suficiente. Vá para a cama e levante-se no mesmo horário todos os dias. Atenha-se ao seu horário típico de sono e vigília, mesmo se estiver em casa.

Participar de atividade física regular

Atividade física regular e exercícios podem ajudar a reduzir a ansiedade e melhorar o humor. Encontre uma atividade que inclua movimento, como aplicativos de dança ou exercícios. Saia, como uma trilha natural ou seu próprio quintal.

>>> Leia também: Como definir limites saudáveis: 10 exemplos

Comer alimentos saudáveis

Escolha uma dieta bem equilibrada. Evite se alimentar de fast food e açúcar refinado. Limite a cafeína, pois pode agravar o estresse, a ansiedade e os problemas de sono.

Evite tabaco, álcool e drogas

Se você fuma, já está em maior risco de doença pulmonar. Como o COVID-19 afeta os pulmões, seu risco aumenta ainda mais. Usar álcool para tentar lidar pode piorar as coisas e reduzir suas habilidades de enfrentamento. Evite tomar medicamentos para lidar com isso, a menos que seu médico tenha prescrito medicamentos para você.

Limite o tempo de tela

Desligue os dispositivos eletrônicos por algum tempo todos os dias, incluindo 30 a 60 minutos antes de dormir. Faça um esforço consciente para passar menos tempo na frente de uma tela – televisão, tablet, computador e telefone.

Relaxe e se recarregue

Separe um tempo para você. Mesmo alguns minutos de silêncio podem ser revigorantes e ajudar a acalmar sua mente e reduzir a ansiedade. Muitas pessoas se beneficiam de práticas como respiração profunda, tai chi, ioga, mindfulness ou qualquer outra meditação.

Cuide da sua mente

Reduza os gatilhos de estresse. Mantenha sua rotina regular. Manter uma programação diária regular é importante para sua saúde mental. Além de manter uma rotina regular de dormir, mantenha horários consistentes para refeições, banho e roupa, horários de trabalho ou estudo e exercícios. Também reserve um tempo para atividades que você gosta. Essa previsibilidade pode fazer você se sentir mais no controle.

Limite a exposição à mídia de notícias

Notícias constantes sobre o COVID-19 de todos os tipos de mídia podem aumentar os medos sobre a doença. Limite as mídias sociais que podem expô-lo a rumores e informações falsas.

Fique ocupado(a)

Distrações saudáveis ​​podem afastá-lo do ciclo de pensamentos negativos que alimentam a ansiedade e a depressão. Desfrute de hobbies que você pode fazer em casa, como ler um livro, escrever em um diário, fazer um artesanato, jogar ou cozinhar uma nova refeição. Ou identifique um novo projeto ou limpe aquele armário que você prometeu. Fazer algo positivo para controlar a ansiedade é uma estratégia de enfrentamento saudável.

>>> Leia também: Como você empreende sua vida?

Concentre-se em pensamentos positivos

Escolha se concentrar nas coisas positivas em sua vida, em vez de se debruçar sobre o quão mal você se sente. Considere começar cada dia listando coisas pelas quais você é grato. Mantenha um senso de esperança, trabalhe para aceitar as mudanças à medida que elas ocorrem e tente manter os problemas em perspectiva.

Use sua bússola moral ou vida espiritual como apoio. Se você extrair força de um sistema de crenças, isso pode lhe trazer conforto durante tempos difíceis e incertos.

Estabeleça prioridades

Não fique sobrecarregado criando uma lista de coisas que podem mudar sua vida enquanto estiver em casa. Defina metas razoáveis ​​todos os dias e descreva as etapas que você pode seguir para alcançá-las. Dê crédito a si mesmo por cada passo na direção certa, por menor que seja. E reconheça que alguns dias serão melhores que outros.

Conecte-se com outras pessoas

Faça conexões. Se você trabalha remotamente em casa ou precisa se isolar de outras pessoas por um período de tempo devido ao COVID-19, evite o isolamento social. Encontre tempo todos os dias para fazer conexões virtuais por e-mail, mensagens de texto, telefone ou bate-papo por vídeo.

Faça algo pelos outros

Encontre propósito em ajudar as pessoas ao seu redor. Ajudar os outros é uma excelente maneira de ajudar a nós mesmos.

Saiba que o estresse é uma reação psicológica e física normal às demandas da vida. Todo mundo reage de maneira diferente a situações difíceis, e é normal sentir estresse e preocupação durante uma crise. Mas vários desafios, como os efeitos da pandemia do COVID-19, podem levá-lo além de sua capacidade de lidar.

Muitas pessoas podem ter problemas de saúde mental, como sintomas de ansiedade e depressão durante esse período. E os sentimentos podem mudar com o tempo.

Mas quando esses sinais e sintomas duram vários dias seguidos, fazem você se sentir infeliz e causam problemas em sua vida diária, de modo que você acha difícil cumprir responsabilidades normais, é hora de pedir ajuda.

Continue com essas práticas de autocuidado para cuidar de sua saúde mental e aumentar sua capacidade de lidar com os desafios contínuos da vida.

Até mais! Se cuide!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 3 =

Descubra o melhor que há em você