Qual é a sua superpotência?

O que seus superpoderes podem dizer sobre voar ou ser invisível? Sua escolha pode indicar seu foco de crescimento.

Há alguns atrás, saiu uma série na Netflix e Amazon “American Gods” (“Deuses Americanos”) baseada no romance de Neil Gaiman que trata sobre deuses mitológicos em um contexto moderno.

Qual superpoder você escolheria? Não é minha intenção fornecer todos os detalhes sobre o lado fantástico, em vez disso, minha intenção é discutir algumas das possíveis reflexões.

Como psicoterapeuta, neurocientista e pesquisador, não conheço ninguém que possa fazer usufruto de “super poderes mágicos”, porém, o que quero demonstrar é que a forma com que potências da mente podem ser sim manipuladas e como se relacionam com o inconsciente e com o corpo.

>>> Leia também: Psicologia Positiva e Liderança

Por exemplo, se você escolhe a invisibilidade, mas nega que isso tenha a ver com sua necessidade de abraçar sua sombra, posso simplesmente dizer que é assim porque você está usando mecanismos de defesa inconscientes para suprimir o insight.

Se você tivesse concordado, eu o felicito por sua percepção e por tornar o inconsciente, consciente. O método científico, que analisa o comportamento observável, é invulnerável a isso.

Outro ponto.

A terapia se pretende uma ciência e, como tal, afirma abordar práticas tal como uma abordagem científica, com anamnese, diagnóstico, tratamento e resultado. Mas quão exata é a ciência? Para fins de argumentação, vamos traçar um paralelo com a psicofarmacologia: existem atualmente mais de 40 medicamentos antidepressivos.

Nenhum medicamento funciona para todas as pessoas e, de fato, o conselho médico ao procurar medicamentos antidepressivos é permanecer persistente até que você e seu médico encontrem um que funcione para você.

Além disso, a maioria dos antidepressivos mostrou ser apenas um pouco mais eficaz do que o placebo. No entanto, eles são os medicamentos mais prescritos em todo o mundo.

O paralelo é este: nenhum antidepressivo funciona para todos.

Há uma infinidade de opções, sua eficácia é questionável a longo prazo, e ninguém está sugerindo que paremos de usá-las porque não são científicas o suficiente.

Terapia pode ser vista de forma semelhante. Talvez ela não pareça tão “precisa” quanto se espera, mas ela oferece uma visão profunda e única do inconsciente da pessoa. Eu acredito que esta é uma possibilidade com o dilema dos superpoderes.

O dilema é esse:

Você pode escolher um superpoder, a capacidade de voar ou a capacidade de se tornar invisível.

Se escolher ser invisível, você escolhe quando ativar a habilidade. No entanto, as coisas que você pega não são invisíveis.

No centro desta decisão, a questão que quer enfrentar é esta: quem você quer ser, a pessoa que espera ser ou a pessoa que você teme que realmente seja?

Abraçando a sombra e saindo para voar

Primeiro, na teoria de Jung, o primeiro objetivo em direção à saúde psicológica é abraçar a sombra.

A sombra é o seu lado escuro, o lado que não se quer reconhecer é o dela.

Aqui é onde os pensamentos e desejos de que alguém se envergonha, acha desprezível ou quer negar que existem.

Muitos daqueles que escolhem a invisibilidade o fazem para ouvir o que os outros dizem sobre eles quando não estão por perto. É fácil ver como isso se relaciona com o lado obscuro.

Por outro lado, aqueles que optam pelo voo costumam ter como principal motivo a viagem. Por exemplo, alguns esperam ajudar os outros, e tornar a vida mais gratificante.

>>> Leia também: A psicologia por trás da liderança eficaz em crises

Aqui quero discutir o desejo que todos temos de transcender as necessidades mais básicas e alcançar nosso potencial máximo.

São os aspectos da autorrealização que incluem o desejo de ajudar os outros, tornar-se mais pró-ativo na vida e, de outra forma, traçar seu próprio caminho.

As ações de alguém com autorrealizado são menos focadas na satisfação do ego e mais voltadas para a experiência e o benefício dos outros.

Voltando à questão dos superpoderes, alguns escolhem a invisibilidade porque desejam ficar sozinhos, e desaparecer, às vezes. Escolher “voar” apenas para “viajar” ou “fugir”, não indica movimento em direção à autorrealização.

Superpoderes são possíveis

Viver a vida como um super-herói é difícil.

Além de todas as vidas que você está constantemente mantendo longe do perigo, há todo o escrutínio que vem de estar aos olhos do público.

Se o seu desempenho no trabalho não está à altura, você é acusado de não se importar. Apesar da falta de elogios que costuma receber, são realmente bastante engenhosos.

Aqui está uma lista de poderes que passam despercebidos e merecem um pouco de reconhecimento, por mais incomuns que pareçam.

Então, para todas as habilidades especiais do mundo dos super-heróis que não são mencionadas, apresentamos superpoderes incomuns que seriam incríveis na vida real. Acompanhe!

Manipulação do Qi (prana ou energia vital)

Em tempos de grande pressão, o fortalecimento da mente pode trazer uma serenidade imensurável.

Alcançar seu eu interior para aproveitar as propriedades espirituais de sua mente, corpo e alma pode permitir que você não apenas toque em um plano além da mera existência humana, mas também melhore as funções do corpo além das capacidades normais.

Por exemplo, autocura, força e resiliência, resistência à dor, são apenas algumas das mudanças que podem ocorrer. A forma como isso se apresenta dependerá da canalização.

>>> Leia também: O poder do reconhecimento: celebrando a si mesmo 

Controle de densidade

Leve como uma pena, rígido como uma montanha. Para se tornar uma das armas mais fortes do planeta, você não precisa ter músculos para girar o mundo em seu eixo. Com o poder certo, tudo o que é preciso é um pouco de pensamento adequado e um pequeno empurrão.

Alterar a densidade de um objeto tem propriedades de ataque e defesa. Se alguém começar uma briga ou discussão, você pode optar por aumentar sua densidade se tornando uma força concreta, ou talvez você possa se tornar tão leve que todas as agressões passem direto por você, sem machucá-lo.

Depois, há a capacidade de eliminar a carga de coisas, pensamentos e objetos pesados, tornando um planeta tão fácil de mover quanto um travesseiro.

Armazenamento dimensional

Você se lembra da bolsa mágica de Mary Poppins, aquela da qual ela tira um vaso de plantas e um guarda-chuva? Se você pudesse possuir uma bolsa dessas, não a levaria aonde quer que fosse?

O armazenamento dimensional é um trunfo de onde você pode puxar objetos de um espaço onde normalmente não caberiam. Tais espaços são o resultado da manipulação mental. Ao contrário de Mary Poppins, você não precisa vasculhar sua bolsa para encontrar o item necessário. Quando chamado, o item aparecerá, eliminando o incômodo de gastar meia hora para encontrá-lo.

Essas dimensões ocultas não se limitam a qualquer espaço e podem ser aplicadas em praticamente qualquer lugar. Seja uma bolsa portátil, o armário, ou sua mente, você pode guardar qualquer coisa desde que saiba como acessá-lo.

Empatia / Apatia

Os empatias podem parecer que são apenas bons sentimentos à beira de revolucionar o mundo da psicologia, mas há mais em seus poderes do que apenas aprimorar as emoções de alguém.

Elas têm a capacidade de não apenas detectar como alguém está se sentindo, mas replicar esses sentimentos para conhecer essa pessoa pessoalmente.

Se você já teve um outro significado, esse tipo de poder pode promover longevidade nas suas relações.

Pode não ser a telepatia em si, mas você pode controlar como os outros estão se sentindo, o que é uma maneira fácil de evitar uma discussão.

Por outro lado, há apatia, ou o poder de desligar todas as emoções, capaz de afastar qualquer um que possa interpretar suas ações como um sinal equivocado.

Todas as tensões sociais se dissipariam. Pagamentos, dívidas, problemas emocionais ou até mesmo uma tragédia pessoal podem ser eliminados temporariamente até que você tome a decisão racional de lidar com seus problemas.

Pode não ser a opção mais saudável para lidar com suas lutas, mas você ganha tempo até que esteja pronto para fazer tudo certo novamente.

Digestão Indestrutível

É contra nossa natureza consumir qualquer coisa que possa potencialmente desligar nossos órgãos internos, mas se pudéssemos comer qualquer coisa à vontade sem ofender nossas papilas gustativas, seria realmente benéfico?

Quando seu estômago se torna imune a praticamente todas as formas de danos, você pode começar a pensar nele como um sistema de eliminação.

Depois de aprender a regurgitar ou eliminar as partes estranhas no estômago, você também será capaz de mastigar e engolir qualquer coisa.

E então? Que outros superpoderes você adoraria ter?

Algum deles se compara à capacidade de voar ou de sentir-se mais forte?

Deixe-nos saber nos comentários!

Até mais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

11 − 4 =

Descubra o melhor que há em você