Captação psíquica: uma técnica que vem curando muitas pessoas

Captação psíquica

 

Os males que nos afligem, sejam eles físicos ou psicológicos, tem cada vez mais afetado a vida das pessoas. Estamos vivendo tempos conflituosos, principalmente no que concerne nossos valores mais profundos. As técnicas mais comuns já não têm dado conta, pois as vezes as raízes dos males são mais profundas. Reike, Yoga e outras técnicas têm ajudado muitas pessoas a resolverem seus problemas. E hoje vamos falar de uma técnica poderosa, que também pode ser usada para sanar conflitos que vá além do psíquico e físico: a Captação Psíquica.

O que é Captação Psíquica?

É uma técnica terapêutica visando harmonizar os registros psíquicos que estão influenciando negativamente o indivíduo. Essas memórias podem estar ditando regras contrárias à proposta da pessoa ou potencializando aspectos doentios do indivíduo.

Podemos dizer que a técnica é um método de acesso muito eficaz ao inconsciente, pois burla as defesas que Ego do indivíduo cria para que ele não veja seus aspectos sombrios.

Captação psíquica

 

Como a Captação Psíquica é realizada

Trata-se de uma espécie de regressão de memória, com a vantagem que não é o atendido que faz essa regressão, mas sim uma pessoa treinada em sua sensitividade (o terapeuta). Assim, o atendido fica consciente o tempo todo, assistindo a sessão, tendo chances de compreender aspectos doentios, que ainda não conseguiu superar e que por isso se manifestam em sintomas, conflitos e padrões repetitivos na sua vida.

A captação pode tratar Medos, Culpas, Vergonhas, Mágoas, Ilusões, Apegos, Fobias; sintomas de ordem física, emocional e psíquica. É importante ressaltar que a técnica não substitui os tratamentos convencionais.

Pode-se afirmar que é uma excelente ferramenta para descobrir e harmonizar a causa de vários males que afligem o indivíduo. Seria redundante afirmar que é uma excelente ferramenta de autoconhecimento, pois deflagramos conteúdos latentes de inúmeros sintomas manifestos; ajudando o indivíduo a mudar sua conduta em várias situações. A partir do momento em que ele toma consciência do porquê faz ou deixa de fazer inúmeras coisas, ele começa realmente tomar posse de sua existência. Até então, ele era uma marionete de seus medos, desejos e sentimentos inconscientes.

Dica: Por se tratar de um método de acesso ao inconsciente, deve ser realizado por pessoas cuidadosas e competentes. Elas, ao entregar esse conteúdo ao atendido, precisam ter a sensibilidade de entender que era algo traumático e, por isso, precisava estar “escondido”. Isso significa que é necessário grande cuidado ao verbalizar o conteúdo traumático, de maneira que a pessoa supere o mesmo, a ajudando com recursos terapêuticos variados.

 

Capitação psíquica

Como é realizada a sessão?

O paciente vai ao consultório (em dia e horário agendados) para receber seu tratamento individualizado. Dois terapeutas trabalham na sessão. Um dos terapeutas é o Captador e o outro é o Esclarecedor, que conversa com essa “parte doente” do atendido e ao mesmo tempo vai harmonizando os campos energéticos que estão em desarmonia na pessoa.

A parte sombra é “deflagrada” na sua fixação; ou seja, no aspecto que mantém aquela vivência como trauma vibrando no inconsciente da pessoa. Essa fixação pode ser uma mágoa, uma culpa, um sentimento de injustiça, de rejeição, de rigidez, de julgamento, de ilusão, e vários outros aspectos.

A sessão também pode ser feita por um sensitivo com capacidade de desdobramento, e assim, o mesmo capta e esclarece esse aspecto traumático que ainda permanece ativo no inconsciente.

Essa informação pode ser captada presencialmente ou a distância, tendo o mesmo resultado. Então, em data e hora também agendadas, mas sem a necessidade de ir ao consultório a pessoa pode ter sua sessão realizada.

Caso seja feita a distância; ao finalizar a sessão, os terapeutas registram em áudios as histórias captadas, bem como o que o atendido pode fazer para superar esse padrão.

Em resumo, a técnica de captação psíquica visa a harmonização da esfera psíquica, que acaba gerando desarmonias em diversos setores da vida do indivíduo. O convite que deixo é que permitir-se entender partes do seu inconsciente que lhe impendem de tomar o rumo da sua vida hoje!

Muita paz e até breve!

Sugiro a leitura do texto sobre personalidades múltiplas, para uma melhor compreensão do processo.

Escrito por Andrea Fissore.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Descubra o melhor que há em você